Como precificar produtos?

Tempo de leitura: 3 minutos

Dar valor para o nosso produto é um grande desafio, afinal, como criar um preço que seja atrativo para a audiência e ao mesmo tempo justo pelo trabalho que você teve? Tem dúvidas sobre o assunto? Responda as perguntas a seguir e aprenda a precificar seu produto agora mesmo!

Qual foi o valor do meu investimento?

Bons produtos não se fazem apenas com boas ideias! É necessário um investimento, mesmo que seja mínimo, para tirar seu negócio do papel. Produtos mais elaborados, com mais valor agregado, podem ter um preço mais alto, enquanto produtos mais simples  podem ter um valor mais baixo.

Mas assim como todas as regras, esta também tem uma exceção. Um ebook de qualidade pode ser feito gastando pouco e ainda assim ser um produto de enorme valor agregado. Isso dependerá, é claro, da qualidade do seu produto e do que ele entrega para o seu consumidor.

Qual é o preço da sua concorrência?

O mercado virtual está cada vez mais amplo e diverso! Por causa dessa diversidade não é raro ver empresas cobrando preços bem diferentes pelo mesmo tipo de serviço. A diferença no preço pode ser justificada por múltiplos motivos: aquela empresa está no começo, trata-se de uma promoção, o produto tem qualidade inferior, entre outros fatores.

Pesquisar o preço da sua concorrência pode te dar boas ideias de qual seria o valor mais justo para o seu. A empresa líder de mercado oferece um produto similar ao seu, com o preço mais baixo? Talvez você tenha que repensar sua estratégia ou até mesmo oferecer algo a mais para o seu consumidor.

Quem é o meu público?

Não considerar o perfil do seu consumidor é um erro que você não pode se dar ao luxo de cometer! O preço do seu produto deve ser compatível com o poder aquisitivo daquele perfil que você elegeu como seu consumidor ideal.

Um produto criado para o público universitário, não pode ter um valor muito alto. Seu produto venderá poucas unidades, com certeza! O mesmo vale se sua audiência for composta por pessoas com poder aquisitivo mais alto: um produto muito barato pode ser percebido como algo sem qualidade ou até mesmo uma falsificação.

Quanto você espera ganhar com seu produto?

É claro que todo mundo planeja ficar rico quando começa o negócio próprio. Mas qual seria uma projeção realista de lucro?

Considere novamente o valor investido para criar seu produto e defina quantas unidades você precisará vender para ter um lucro satisfatório. Lembre-se que quanto mais barato seu produto for, mais você precisará vender. Se o seu produto for  mais caro você precisará vender menos para ter uma margem de lucro interessante, mas pode ser que o preço mais alto espante sua audiência, dificultando sua missão.

A projeção de lucro te ajudará a visualizar melhor o esforço que você precisará para vender e pode ser o critério de desempate para definir o preço do seu produto. Tem mais alguma dica para compartilhar com a gente? Conta aqui nos comentários!

Sobre Media Labs

Media Labs é formado por um grupo de profissionais apaixonados por internet que já vivenciou todo o tipo de aventura que você pode imaginar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *